AFESP 22 de Outubro de 2017 DGERT - Entidade Formadora Certificada  
Mapa do Site · Contactos · Fórum
 
   
 
     
 
     
 

21-08-09

 
 

SINALIZAO A BAIXO CUSTO

 
 

Sinalizao Medida de baixo investimento na diminuio da sinistralidade

De entre as infra-estruturas rodovirias, a sinalizao, designadamente a horizontal, representa, pela simplicidade, rapidez de implementao e custo reduzido, uma tpica medida de baixo custo.

Sinalizao no visvel e maus sinais levam diminuio da capacidade de decidir, insegurana do utente, designadamente lida a altas velocidades e em perodo nocturno, contribuindo em cerca de 30% para a sinistralidade. Por outro lado, a populao est a envelhecer e conduz cada vez at mais tarde pelo que necessrio garantir que existam condies de segurana para que tal acontea. No o utente que se deve adaptar estrada mas a estrada que se deve adaptar s condies especiais da populao.

Preos de Referncia>

Os valores apresentados tm carcter meramente indicativo, pois os preos de mercado dependem de muitssimas variveis (quantidade, local do trabalho, tipo de cliente, exemplarmente) e apenas servem para ilustrar o seu baixo custo em relao ao custo total de uma obra na rodovia.

I. Sinalizao Vertical (ou sinais de cdigo)

o Sinal de cdigo com prumo e sem montagem: de 45,00 a 150,00 a unidade (dependendo da dimenso e do formato, que varia entre 0,60 e 1,15 m de dimetro), para telas de nvel 1. Haver um acrscimo de 30% quando se aplicam delas de nvel 2 e acrscimo de 40% para telas de nvel 3.
Painel de sinalizao lateral: 80,00/m2, para telas de nvel 1 (que o corrente em Portugal), 105,00/m2 para telas de nvel 2 e 115,00/m2 para telas de nvel 3.
o Painel de sinalizao em prtico: 105,00/m2, para telas de nvel 2 (no se utilizam nestes sinais telas de nvel 1) e 115,00/m2 para telas de nvel 3.

II. Marcas rodovirias
o Spray (termoplstico): 3,00/ m2, conforme a Norma Estradas de Portugal e 3,5/m2, conforme a Norma AFESP (auto-regulao da actividade de fabrico de sinalizao).
o Termoplstico extrudido (utilizado nas passadeiras, nas raias oblquas): 12,00/m2.
Para pintar cerca de 1Km de estrada teremos, assim, os seguintes custos:
1) Para Estradas Nacionais cerca de 1.080,00 (considerando 3/m2 e 360 m2 de pintura efectiva por km).
2) Para Auto Estradas cerca de 2.700,00 (considerando 3/m2 e 900 m2 de pintura efectiva por km).
3) O controlo de qualidade no tem peso financeiro significativo, podendo representar 2 a 3% do custo da pintura, caso seja efectuado com equipamento dinmico tipo ECODYN.

III. Guiamento e balizagem
o Marcador (olho de gato) bidireccional: 3,50
o Delineador (meia cana, apoio em guarda): 12,00

Naturalmente que se admite algum acrscimo de preo se se utilizar como referncia para a Sinalizao Horizontal a recomendao do Estudo AFESP, acima nomeada (300/200/150 milicandelas), para a Sinalizao Vertical as telas de, pelo menos, nvel 2 e, para os painis, as telas de nvel 3.

Ana Raposo
Secretria Geral da AFESP

 
     
   
     
 

AUTOHOJE

 
     
  << VOLTAR  
     
     
  Agenda  
   
  05-09-17  
  AFESP obtem certificação da DGERT como Entidade Formadora  
  Por Despacho da Direção-Geral d... (+info)  
   
  13-07-17  
  Autarca reconhece que a falta de manutenção da estrada é factor de sinistralidade  
  (+info)  
 
   
     
     
 
Subscrever Newsletter
 
 
  subscrever
 
     
     
     
© 2002-2017 AFESP - Todos os direitos reservados Siga-nos: